Descupinação

Dependendo da espécie do cupim, ele pode ter diversas origens. Os cupins subterrâneos podem vir de árvores, jardins e até de construções vizinhas. Os cupins de madeira seca são normalmente provenientes de móveis e outros objetos de madeira presentes no local ou nas vizinhanças. É bom lembrar que todas as espécies podem vir através das revoadas.

A maioria das espécies de cupins vive nas regiões tropicais e subtropicais, com algumas poucas se estendendo até latitudes mais elevadas. Mais espécies de cupins podem ser encontradas num único hectare de floresta ou savana tropical do que em toda a América do Norte e Europa juntas. Cupins podem chegar facilmente ao nono andar de um prédio.

Tipos de tratamento:

  • Barreira química: consiste em aplicar a calda cupinicida no subsolo formando uma proteção química nos locais infestados. Este sistema possibilita um resultado eficaz tanto corretivo com preventivo por longos períodos;
  • Tratamento de Madeiramento: a base de solvente é utilizada como veículo para a calda inseticida, com o objetivo de não danificar o madeiramento, e injetado sob pressão utilizando equipamentos específicos.

Os sinais típicos de ataque dos cupins subterrâneos são os caminhos (túneis) que eles fazem sobre a alvenaria ou outro material, estes cupins constroem verdadeiros túneis que os protegem de predadores, perda de água, e outros contratempos.